Quaresma de São Miguel Arcanjo

Quaresma de São Miguel Arcanjo

São Francisco foi um santo que, na sua vida mortal procurava nutrir muito sua alma, para não esfriar o seu amor por Jesus, com um espírito de oração e sacrifício muito grande. Durante duzentos dias por ano São Francisco se retirava para fazer suas “quaresmas”, o

que significa dizer que ele passava a maior parte do seu tempo dedicado à oração e a contemplação. O restante do seu tempo dedicava-se aos trabalhos apostólicos.

Abrasado pelo imenso desejo de em tudo imitar Nosso Senhor Jesus Cristo e de poder viver mais intensamente os mistérios da vida de Jesus celebrados na liturgia, o Santo, dividiu de forma piedosa o ano litúrgico, em cinco quaresmas: a Grande Quaresma, a Quaresma do Advento, a Quaresma da Epifania, a Quaresma de Maria e a Quaresma de São Miguel. As Fontes Franciscanas relatam que entre 15 de agosto e 29 de setembro, Francisco de Assis dirige-se ao Monte Alverne com Frei Leão e Frei Rufino a fim de fazer uma quaresma de oração e jejum em honra de São Miguel.

Foi de um modo muito especial que, na Quaresma de São Miguel Arcanjo, Deus coroou Francisco de graças abundantes, dentre elas a de marcá-lo em seu corpo, pelo profundo desejo de imitar ao seu Filho Jesus Cristo, com os sinais de sua Paixão. Para São Francisco os anjos são irmãos atuantes no serviço de Deus, companheiros de jornada, auxílio nas dificuldades, e a eles se une por meio de vínculo amoroso que são exemplos de pureza. Era do conhecimento de Francisco a autoridade e o auxílio que o Arcanjo Miguel tem em exercício das almas, em salvá-las no último instante da vida e o poder de ir ao purgatório retirá-las de lá. Esse era o principal motivo pelo qual Francisco realizava sua quaresma. A Quaresma a São Miguel Arcanjo é um tempo especial de oração e penitência. Peçamos a São Francisco, iniciador da Quaresma de São Miguel, que possamos vivê-la com os mesmos sentimentos que ele a viveu e dessa forma alcançar as mesmas graças que ele alcançou através dela. Que a honra prestada através de tão singular ato de piedade ao Glorioso São Miguel Arcanjo, possa obter-nos sua proteção nessa vida e seu auxílio na hora de sermos introduzidos na vida celestial.

 

QUARESMA DE SÃO MIGUEL ARCANJO

(Devoção realizada por São Francisco de Assis)

   

 

ORAÇÃO

São Miguel arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai ao inferno satanás e todos os espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

Sacratíssimo Coração de Jesus, tende piedade de nós! (3x)

 

LADAINHA

 

Senhor, tende piedade de nós. (2x) Jesus Cristo, tende piedade de nós. (2x) Senhor, tende piedade de nós. (2x) Jesus Cristo, ouvi-nos. (2x)

Jesus Cristo, atendei-nos. (2x)

Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.

Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Santíssima Trindade, que sois um único Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.

São Miguel, rogai por nós.

São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.

São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.

São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.

São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.

São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.

São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.

São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.

São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.

São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.

São Miguel, Luz dos Anjos, rogai por nós.

São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.

São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós. São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós. São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.

São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.

São Miguel, mensageiro da sentença eterna, rogai por nós.

São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório, a quem o Senhor incumbiu de receber almas depois da morte, rogai por nós.

São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.

São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.

 

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos, Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós, Senhor.

Jesus Cristo, ouvi-nos. (2x) Jesus Cristo, atendei-nos. (2x)

Rogai por nós, glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Jesus Cristo, para que sejamos dignos das Suas promessas. Amém.

 

 Oremos: Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, por intercessão de São Miguel, a sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo presente pelos bens eternos. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

 

EM CASA, COM A VELA ACESA, REZA-SE:

Um Pai Nosso e uma Ave-Maria em honra à São Miguel Arcanjo.

Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus.

  1. Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo.
  2. Para que sejamos dignos de suas promessas.

Oração: Deus, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.