Jubileu de Prata – Frei Leodir Carraro

Jubileu de Prata – Frei Leodir Carraro

“Enviou a pregar o reino de Deus e a curar” (Lc 9.2)

A Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe é puro contentamento e alegria franciscana nesta quarta-feira, dia 09 de setembro de 2020, ao celebrar o Jubileu de Prata de Ordenação Presbiteral de Frei Leodir Carraro, o simples, manso e afável Frei Leodir.

Em 02/02/1984, com 19 anos, dá-se a sua entrada na Ordem, quando está no Noviciado, fundamento necessário de toda a formação religiosa, inicia de modo pleno e concentrado o seguimento radical de Jesus Cristo à maneira de São Francisco de Assis, e antes, já passou pelo Aspirantado que é a etapa formativa imediatamente posterior ao itinerário percorrido no Serviço de Animação Vocacional, e a primeira etapa de vivência contínua no seio da então, à época, Província, aí você passa pelo Postulantado, que é a primeira experiência da vida franciscana, um período de preparação para o noviciado, onde o é chamado a postular no ofício divino, na oração, na convivência fraterna, no relacionamento com o convento, a querer e desejar ser um frade menor.

Com 20 anos, em 22/01/1985, faz a sua Primeira Profissão Religiosa, que visa consolidar e aperfeiçoar a formação iniciada no noviciado e continuar seu amadurecimento como pessoa, cristão e franciscano, mediante o aprofundamento, a interiorização e a vivência do carisma franciscano em sua vida que compreende também a etapa final da formação inicial à Vida Religiosa Consagrada seguido da consagração definitiva.

Em 14/09/1991, com 26 anos, faz a sua Profissão Solene, uma profissão pública, com o compromisso de buscar seguir mais de perto a Jesus Cristo, observando os conselhos evangélicos, de viver por todo o tempo da vida sem nada de próprio, em obediência e em castidade, visto que, já passou por todo o processo formativo até se tornar um frade, de livre e espontânea vontade, com gestos visíveis, de entrega definitiva à fraternidade.

Há exatos 25 anos, no dia 09/09/1995, com 30 anos, o jovem Leodir Carraro era revestido do Sacramento da Ordem, à sua Ordenação Sacerdotal. Com as mãos ungidas pelo óleo santo e unidas em posição orante, durante a ordenação sacerdotal, Frei Leodir, lembra ainda das dimensões assumidas: acolher, abençoar, oferecer e consagrar. Afinal, o sacerdócio é um serviço; é um ‘ser para os outros”, como dizia Santo Tomás de Aquino. E o Frade Franciscano da então Província das Sete Alegrias de Nossa Senhora em MT e MS, hoje, Custódia das Sete Alegrias de Nossa Senhora, procurou servir, formar e liderar, abençoando, perdoando e consagrando o Corpo e o Sangue de Cristo. Doar a vida ao serviço da Igreja de Jesus Cristo é essencialmente característica dos que recebem o Sacramento da Ordem, por isso se reveste de grande júbilo o dom sacerdotal deste nosso amado assistente espiritual, vigário e amigo.

Você, em seu caminho vocacional, foi convidado por Francisco de Assis a tomar o Evangelho a sério e a repetir como o Pai Seráfico: “É isso que quero, que busco de todo o coração”. O Evangelho sempre foi a verdade para Francisco e seu seguimento é realizar a vontade de Deus na trama de sua vida. O seguimento do Evangelho é uma evidência e uma urgência que brotam no mais profundo de seu ser. Quem são, efetivamente franciscanos? senão esses e essas que, na simplicidade de coração, vivem esse espírito e têm essas cores em seus semblantes? Embora não almeje e nem possamos realizá-las neste tempo de pandemia, as homenagens públicas seriam inadmissíveis não marcar esta data simbólica do seu Jubileu de Prata, onde queremos que o metal nobre, a prata, se faça presente na dignidade litúrgica e seus objetos sacros façam reluzir o brilho do seu ministério. Que Nossa Senhora dos Anjos, a vossa Excelsa padroeira o guie, o proteja conduzindo-o pela mão ao regaço acolhedor e seguro afim de que exerça seu ministério “In Persona Christi Capitis”. Nós, seus amigos, confrades, juntamo-nos para render graças ao nosso bom Deus Pai pela sua vida, sua vocação, sua missão e presença de irmão. Seu testemunho e desejo de renovar e atualizar a consagração ao serviço do Reino na Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo e no mundo inspira e é exemplo para os sacerdotes mais novos e para nós outros. Frei Leodir, bem-aventurados o oratório, o cálix bento e a hóstia consagrada. Glória a Deus, por toda a sua vida, porque o caminho, há 36 nos,  São Francisco de Assis já te mostrou. PAZ E BEM.